Você sabe o que é custo de oportunidade? Sabe qual a importância de conhecer bem esse conceito? Pois bem, por ser esse um assunto não muito fácil de entender, elaboramos este texto com informações necessárias para que você entenda do que se trata e assim possa  fazer escolhas certas para alcançar o sucesso nos seus negócios.

Acompanhe e boa leitura!

O que é o custo de oportunidade

Custo de oportunidade é o preço que se paga por renunciar a um determinado investimento. Isso, a princípio, pode parecer algo distante da realidade, mas se pararmos para observar é fácil perceber que usamos o conceito de custo de oportunidade no nosso dia a dia, toda vez que fazemos uma determinada escolha.

Por exemplo, ao planejar uma viagem no final de semana você se lembra de um evento familiar muito importante. Então, precisa decidir pela viagem ou pela família, se vai encontrar as pessoas que ama ou descansar na beira da piscina. Ou seja, você irá renunciar dos benefícios de um em favor de outro. E isso é o custo de oportunidade.

Saindo da perspectiva individual e passando para o social, pode-se pensar no custo de oportunidade como a escolha da alocação dos recursos disponíveis.

Agora, quando se trata de negócios, o custo de oportunidade deve ser analisado no momento da elaboração do planejamento estratégico da empresa, quando se decide entre abrir uma filial ou renovar a frota de veículos, por exemplo.

De um ponto de vista mais técnico, a definição do custo de oportunidade está intimamente ligada ao conceito de “escassez”, ou seja, o custo de oportunidade seria o maior valor perdido em função de se ter optado por um caminho e não pelo outro.

E claro, infelizmente, a escolha é sempre única, enquanto as oportunidades renunciadas podem ser inúmeras. Você escolheu comprar um novo equipamento, mas poderia ter contratado um programa de treinamento para os seus colaboradores, ter comprado um novo imóvel, reformado o escritório ou mesmo aplicado o dinheiro. A melhor de todas essas possibilidades das quais você abriu mão, será o seu custo de oportunidade.

Como calcular o custo de oportunidade

Agora que você já entendeu o conceito de custo de oportunidade, deve estar se perguntando como calculá-lo, certo? Pois saiba que, na verdade, não existe uma fórmula exata para usar na hora de realizar esse cálculo, o que fazemos é apenas uma estimativa quando diante do caso concreto.

Geralmente, existem fatores que devem ser observados e que vão te auxiliar na análise do custo de oportunidade como, por exemplo, se houve financiamento na operação, o custo de oportunidade pode ser dado pelo valor dos juros que foram pagos. Já em caso de um financiamento que restringe o seu limite de crédito para outras operações, essas restrições também precisam ser levadas em consideração na hora da elaboração do cálculo.

De qualquer forma, ao calcular o custo de oportunidade, você poderá fazer uso de indicadores, como as taxas CDI e Selic,  que servem de parâmetro para  comparar o retorno de um investimento e escolher o caminho correto. Fazendo o uso delas, você será capaz de definir se o investimento que você pretende realizar é ou não vantajoso.

A taxa Selic é a taxa básica de juros da economia no país e norteia os títulos de renda fixa. Já o CDI, é o Certificado de Depósito Interbancário e acaba sendo referência na remuneração de investimentos bastante conhecidos como a Letra de Câmbio e o CDB.

Exemplo:

Vamos supor que uma empresa está mantendo uma parte do seu dinheiro na poupança com um retorno médio de 0,15% ao mês mais TR (Taxa Referencial). Nesse caso, para saber qual é o custo de oportunidade nesse tipo de investimento, basta comparar o rendimento da poupança com um título de renda fixa, como o CDB.

E uma vez com esses valores em mãos e analisando outros fatores como a necessidade de ou não de liquidez, os gestores estarão aptos para saber qual será o custo de oportunidade.

Porque o custo de oportunidade é importante para a sua empresa

Tomar decisões faz parte do dia a dia de qualquer gestor e quanto mais informações ele tiver disponível para embasá-las mais adequadas elas serão. Afinal, tomar decisões sem avaliar o cenário existente, bem como todos os fatores e elementos envolvidos, é uma estratégia bastante arriscada.

E quando o assunto é investimento, o custo de oportunidade está diretamente ligado às vantagens e desvantagens de cada aplicação e como elas se encaixam no planejamento e objetivos da empresa. É preciso avaliar todos os riscos envolvidos, o potencial de valorização e como isso irá refletir nos ganhos futuros do negócio.

Ao calcular o custo de oportunidade você deve considerar as oportunidades perdidas, mas não só isso. É fundamental entender também os impactos de qualquer decisão para os envolvidos.

Fonte: bcntreinamentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × quatro =